Uma pergunta à mídia brasileira

É impressionante a ação da mídia frente aos fatos que ocorrem no nosso cotidiano.

Já falamos aqui sobre os aparelhos ideológicos, como eles atuam em nosso jeito de ser, pensar e agir. Não quero me aprofundar nessas questões nem falar mais do que já falo contra essa forma perversa de tratar nossas causas, a vida, os acontecimentos.

Só quero fazer uma pergunta hoje: por que é que no caso (comovente, sim!) de Isabela todos os repórteres ficam como urubus em cima da família, do casal suspeito, dos vizinhos? Ninguém tem paz desde que ocorreu o acidente com a menina em São Paulo. Não se fala em outro assunto na mídia.

E por que é que, no também comovente caso da menina Mariana, em Planalto, no interior da Bahia, nem se toca no assunto? Será porque pelo fato desta segunda ter nascido num lugar muito pobre no interior da Bahia, ser filha de pobres e não possuir piscina nem elevador em sua casa, seu caso não seja digno de ‘holofotes’?

Eu não entendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.