Amenidades


Este é o tempo em que as pessoas pensam na seguinte linha: quanto mais bugigangas eu conseguir comprar, mais serei feliz.

E a gente vive na correria das compras.

Fomos mesmo reduzidos a meros consumidores.

Para um bom observador, nosso lixo é muito colorido; típico do título de ‘bons’ consumistas que decidimos ter nos últimos anos. Decidimos ter ou nos impuseram ter. No fundo, tudo a mesma coisa se nos julgamos proprietários de massa encefálica desenvolvida.

Para não me julgar melhor que ninguém ou mais crítica, mais isso ou aquilo, vou confessar que também uso os produtos coloridos de nossos supermercados. Uso, sim. E muito. Rs.

Há coisas, a propósito, que são estritamente importantes no nosso dia a dia.

Por exemplo, quem já tentou abrir uma lata sem o devido abridor? É um problema! Você pode até tentar fazê-lo com uma faca, mas não é fácil, não.

Ou abrir um bom vinho sem aqueles aparelhinhos próprios… Uma lástima!

Apesar de os especialistas falarem muito mal dos palinetes, aqueles que usamos para limpar ouvidos ou retirar maquiagem (dentre outras funcionalidades…), eles são, sim, muito úteis e ficar sem palinetes em casa…

Por outro lado a gente é levada a pensar que existe em algum lugar do mundo a nossa alma gêmea, nossa cara-metade; já completa. Perfeita, como os produtos coloridos e criteriosamente embalados das prateleiras.

Pior ainda quando a gente se cansa do que pensávamos ser nossa cara-metade e, como fazemos ao final do consumo, jogamos no lixo a pessoa que tínhamos amado e que era a ‘ideal’ para mim, por quem tanto lutei para ter ao meu lado…

E seguimos assim: consumindo.

Apenas consumindo.

Pensar é cansativo demais.

“Se, em sociedade, não funcionam os canais pelos quais os diferentes se ouvem é porque alguma coisa tá emperrada. Sociedade emperrada socializa os Homens sem politizar. Como? Sociedade apenas adestrando Homens e Mulheres para exercer técnicas. Nisso não existe cidadania. Existe apenas competência e competição.”

(Adriano Nogueira)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.