“Quando o caminhante perguntou quanto tempo teria de jornada, o Filósofo simplesmente respondeu “Caminha”! e justificou sua resposta aparentemente inútil, com o pretexto de que precisava saber a amplitude do passo do Caminhante antes de lhe poder dizer quanto tempo a viagem duraria.”

Freud, em 1911.

4 pensou em “

  1. Oi, querida!
    Que linda tua página, pena não ter acessado “iantes”! rsrsr

    Bjocas,

    Vou continuar lendo, nossa! Tem um montão de textos “massas”! De uma tal de Ieda Sampaio…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.